Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

Pessoas com viagem para fora de MS devem se informar sobre vacina da febre amarela

Redação,

Pessoas que pretendem viajar para outros estados devem estar atentas ao seu cartão de vacinação e também à necessidade de se vacinar contra a febre amarela. A recomendação é a principal estratégia da Secretaria de Estado de Saúde para evitar casos da doença em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Ministério da Saúde, Mato Grosso do Sul faz parte de uma relação de 19 estados brasileiros que possuem recomendação de vacinação em caso de viagem.

 

Para o secretário de estado de saúde Nelson Tavares, não há motivo para alarde na procura pela vacina. De acordo com o secretário, é importante que as pessoas que vão se deslocar para uma região endêmica, procure uma unidade de saúde caso não tenha se vacinado.

 

“A vacina contra febre amarela obedece a critérios específicos para ser aplicada, mesmo sendo de rotina. Por ser um estado endêmico, Mato Grosso do Sul possui uma grande cobertura vacinal, não há risco de epidemia e grande parte da sua população já está imunizada. Mas para pessoas que não sabem se tomaram as duas doses da vacina, não se vacinaram ou vão se deslocar para alguma área endêmica, é importante que elas procurem uma unidade de saúde para ter acesso à vacina e evitar o risco da doença”, afirmou o secretário.

 

Para as pessoas que já tomaram as duas doses da vacina de acordo com o cronograma de imunização, não há a necessidade de tomar a vacina novamente, ela está 100% imunizada. Em Mato Grosso do Sul, além dos 79 municípios possuírem vacinas para atender a sua população, cerca de 65 mil vacinas estão em estoque para serem distribuídas aos municípios.

 

A Organização Mundial da Saúde considera que apenas uma dose da vacina já é suficiente para a proteção por toda a vida. No entanto, como medida adicional de proteção, o Ministério da Saúde definiu a manutenção do esquema de duas doses da vacina febre amarela no Calendário Nacional, sendo uma dose aos noves meses de idade e um reforço aos quatro anos.

 

Com a repercussão dos casos de febre amarela registrados no estado de Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Saúde recomenda para aqueles que não se vacinaram que procurem uma unidade de saúde próxima para atualizar seu cartão de vacinação. Nos últimos anos, Mato Grosso do Sul registrou dois casos confirmados de febre amarela, sendo um em Corumbá (2010) e outro no município de Bonito (2015).

 

Fonte - Assessoria do governo do MS



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem