Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

Governo Dilma deve propor mudança no tempo de aposentadoria

Redação

 

O governo Dilma Rousseff (PT) deve apresentar propostas de mudança ao tempo para aposentadoria. Em entrevista ao Estado de S. Paulo, o ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, defendeu o conceito 85/95 (soma da idade com o tempo de serviço) - 85 para mulheres e 95 para homens.

 

Segundo o ministro, a expectativa de sobrevida no Brasil subiu 4,6 anos na última década. Gabas diz que a expectativa de vida chega a 84 anos e a idade média de aposentadoria por tempo de contribuição é de 54 anos.

 

"Então o cidadão fica 30 anos, em média, recebendo aposentadoria. Não há sistema que aguente. Para que o nosso sistema previdenciário seja preservado temos que estender um pouquinho essa idade média de aposentadoria, que é uma discussão diferente, que ainda não entrou na pauta", afirmou na entrevista.

 

Se oficializada, esta será a terceira mudança proposta pelo governo federal nas leis trabalhistas. No início do ano havia sido anunciado um pacote de aperto aos benefícios sociais, com restrições a pensões por morte e auxílio doença e também no seguro-desemprego. Gabas foi escalado pela presidente Dilma para negociar os ajustes no Congresso Nacional.

 

Agora, o ministro também terá que negociar as propostas de mudança para o tempo de aposentadoria. Gabas levará a nova fórmula para discussões nas centrais sindicais - o que, acredita, não haverá problemas.

 

"As centrais sindicais sabem da necessidade de se manter uma Previdência equilibrada. Tem muitas forças políticas no Brasil que entendem que esse nosso sistema é falido, que não funciona, e dizem que precisamos fazer uma grande reforma da Previdência", declarou Carlos Gabas.

BAND



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem