Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

FMI vê evidências de virada na economia brasileira

O FMI projeta uma “normalização” na economia brasileira e não considera que a melhora de 0,5 ponto percentual na previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2016 seja um grande salto. “É uma combinação de vários fatores. A gente vê evidências de mudanças e virada na economia”, informou a diretora da divisão de estudos da economia mundial da instituição, Oya Celasun, durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (19).

 

Em relatório divulgado nesta terça-feira (19), o Fundo Monetário Internacional melhorou pela primeira vez – após cinco revisões para baixo – sua projeção para o PIB do país este ano. A expectativa agora é que a economia brasileira "encolha" 3,3% em 2016 – ante uma queda de 3,8% estimada em abril.

 

Para 2017, o FMI agora prevê que a economia brasileira voltará a crescer. O órgão estima um avanço de 0,5% no PIB, contra uma projeção de crescimento nulo feita nos dois últimos levantamentos do órgão.

 

Considerando as projeções feitas para todos os anos, é a primeira vez desde o relatório de julho de 2012 que o FMI melhora uma estimativa feita para a economia brasileira. Na ocasião, o fundo elevou de 4,1% para 4,6% a estimativa de crescimento para o PIB de 2013.

 

Segundo Oya, o mercado financeiro está reagindo bem ao novo momento da economia brasileira, e o consumo deve melhorar com a volta da confiança nos indicadores. Oya disse que a confiança havia piorado muito devido à demora nas reformas necessárias.

 

De acordo com Gian Maria Milesi-Ferreti, diretor do departamento de pesquisas do FMI, em 2015 houve um encolhimento rápido da economia do país, então um encolhimento da queda já implica uma melhora e uma virada.

G1



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem