Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

Desemprego atinge 6,9% em dezembro; taxa é a maior no mês desde 2007

A taxa de desemprego do Brasil caiu em dezembro com ajuda da sazonalidade, porém a renda média do trabalhador sofreu em 2015 a primeira queda em 11 anos em um mercado de trabalho marcado pela forte deterioração.

 

A taxa de desemprego calculada pela PME (Pesquisa Mensal de Emprego) foi a 6,9% em dezembro, contra 7,5% em novembro, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira.

 

Apesar do recuo, o resultado é o mais alto para meses de dezembro desde 2007 (7,4%) e fica bem longe da mínima histórica de 4,3% registrada no último mês de 2014, destacando a deterioração que o mercado de trabalho sofreu ao longo do ano passado em meio a uma economia em recessão e baixa confiança de investidores contaminada por crise política e indefinições fiscais.

 

A expectativa em pesquisa da Reuters era de que a taxa ficaria em 7,4% por cento no mês na mediana das previsões.

 

 

Segundo o IBGE, a renda média da população encerrou 2015 com alta de 1,4% em dezembro sobre novembro, para R$ 2.235,50. Só que sobre o mesmo mês de 2014, houve queda de 5,8% e, em 2015 como um todo, a média anual da renda caiu 3,7% sobre 2014, primeira queda desde 2004.

 

Em 2015, o Brasil perdeu 1,542 milhão de vagas formais de trabalho, pior marca em mais de duas décadas segundo dados do Ministério do Trabalho.

 



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem