Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

Crédito ao consumidor fica mais caro a partir de amanhã com aumento do IOF

Redação

A partir de amanhã (22) o consumidor que fizer qualquer tipo de financiamento ou contrair crédito, vai pagar o dobro. Isso por que o governo aumentou a alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) nas operações de crédito para as pessoas físicas, passando de 1,5% para 3%.

 

O aumento faz parte das medidas anunciadas na segunda-feira pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em estratégia do governo para aumentar a arrecadação e melhorar o superavit primário (economia para o pagamento de juros da dívida pública).

 

Para o economista Paulo Ponzini, na prática o aumento do IOF significa que o crédito ao consumidor vai ficar mais caro. "Todas as operação que incluem esse imposto, entre elas financiamento e crédito pessoal, vão custar mais para o consumidor", afirma. Para ele a medida do governo era necessária.

 

Para o consumidor, Ponzini aconselha que o momento é deu cautela. "O que falta é a população se conscientizar, pensar melhor antes de contrair crédito e se cercar de dados e informações para evitar prejuízos", afirma. Isso significa que antes de assumir uma dívida, o consumidor precisa ter certeza de que tem condições de arcar com ela até o fim.

 

Outras medidas - O governo Federal pretende obter este ano R$ 20,6 bilhões em receitas extras, sendo que a maior arrecadação virá da elevação do PIS (Programa de Integração Social ) e da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sobre os combustíveis e do retorno da Cide (Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico).

 

Outra medida é o aumento do PIS e da Cofins sobre os produtos importados. A alíquota subirá de 9,25% para 11,75%. O governo decidiu aumentar também o Imposto sobre IPI (Produtos Industrializados) para o atacadista e equipará-lo ao industrial. 

 

Fonte: (Agência Brasil) 

Redação



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem