Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

Começou o terceiro grupo para vacinação contra a gripe em Nova Andradina

Redação,

 

Nesta terça-feira (02) começou o último grupo da vacinação contra a gripe e agora será a vez das pessoas com 60 anos ou mais de idade; portadores de doenças crônicas; população privada de liberdade e professores atuantes da rede pública e particulares, que é uma novidade para a vacinação desse ano.

A vacinação encerra-se no dia 13, que acontecerá o dia D no Centro de Especialidade Médica e ESFs das 8h às 16h. De acordo com o secretário de Saúde, Norberto Fabri, os idosos compõe o maior grupo, com 4.401 pessoas.

Aviso Importante

A enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica/Imunização, Blacia Mara Leiva Constancio, informou que nesta semana as Estratégias Saúde da Família estarão realizando a vacinação apenas nos pacientes acamados. “As vacinas estão fracionadas, então nesta primeira semana daremos prioridade a este público e também ao asilo”, disse.

Vale ressaltar que no Centro de Especialidade Médica (CEM), a sala de vacina estará funcionando normalmente nesta semana e para que não haja filas, está disponível uma sala apenas para vacinação contra a Influenza.

Na próxima semana as ESFs voltarão ao atendimento de vacinação ao público, exceto na Vila Beatriz, que encontra-se com a sala de vacinas indisponível, então os usuários deverão procurar o CEM.

Dados de vacinação

Conforme os dados fornecidos pela Secretaria de Saúde a meta de vacinação segue baixa e o grupo mais preocupante é o das crianças. “É um grupo que tem oportunidade de receber vacinação e as mães devem nos procurar para estarem imunizando as crianças pois a cobertura está muito baixa”, ressaltou Blacia.

A meta do grupo de crianças era atingir 3.441, porém, o alcance foi de 734 imunizados, uma cobertura de 21,33%.

Do grupo de trabalhadores da área da Saúde a meta era 655 e foram imunizados 560, uma cobertura de 85,5%.

No grupo das gestantes o alcance também foi muito baixo. A meta era imunizar 593 mulheres, mas apenas 148 procuraram a unidade de saúde. Uma cobertura de apenas 24,96%.

O grupo de puérperas tinha uma meta de 97 mulheres e apenas 31 foram vacinadas, chegando a uma cobertura de apenas 31,96% de pessoas imunizadas.

Blacia destacou que a vacinação de pessoas que pertencem aos outros grupos de vacinação, continua valendo, é só procurar as salas de vacinas.

A população com menos de 60 anos de idade e que são portadoras de doenças crônicas, o ministério da Saúde liberou uma lista dessas doenças e para tomar a vacina o indivíduo necessita de comprovação de seu estado, através de indicação médica.

“Para que não haja dificuldades para este grupo de pessoas, pedimos que se dirijam às suas ESFs, onde já fazem acompanhamento que será mais fácil receber a vacina. Para quem não for à sua respectiva unidade de ESF, e se dirige a outra unidade de saúde, deverá apresentar indicação médica, com justificativa”, declarou a enfermeira Blacia Mara.

Locais de vacinação

A população deverá ir às Estratégias Saúde da Família de seus bairros de segunda à sexta-feira das 8h às 16h na data especificada acima. O dia D será no sábado 13 de maio no Centro de Especialidade Médica e ESF das 8h às 16h também.

No Conviver, a vacinação será realizada pelas ESFs Vila Operária e Irman Ribeiro. Os idosos acamados serão vacinados pelas suas respectivas ESFs.

Informações sobre a vacina

-De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina começa a fazer efeito cerca de 15 dias após a vacinação, pois já começam a surgir os anticorpos que darão a proteção contra a gripe, sendo que esta proteção máxima será atingida após aproximadamente 45 dias, por isso é de suma importância ser imunizado no período correto da campanha.

-Conforme dados publicados pelo Portal Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

-A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

-Neste ano, houve mudança na cepa do vírus A H1N1 para A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09. Desde 2009, a cepa do vírus A H1N1 utilizada nos países a sul da linha do Equador era A/California/7/2009 (H1N1) pdm09. (Fonte: Portal Saúde)

É importante lembrar a população sobre a data de cada categoria e que procurem as ESFs no dia correto e que não esqueçam a carteira de vacinação.

Fonte – Assessoria



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem