Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

Carteiras assinadas caem 3,2%

O número de trabalhadores com carteira assinada caiu 3,2% no trimestre de agosto a outubro, em comparação com o mesmo período de 2014, o que representa 1,2 milhão de pessoas a menos.

 

Em comparação com o trimestre encerrado em julho, o número de carteiras teve queda de 1%, ou 359 mil pessoas a menos.

 

Rendimento médio de R$ 1.895

O rendimento médio real (ajustado pela inflação) dos trabalhadores foi de R$ 1.895, menor do que o no mesmo período de 2014 (R$ 1.914) e do que no trimestre de maio a julho (R$ 1.907). O resultado, porém, é considerado estável pelo IBGE nas duas comparações.

 

Indústria perde 751 mil vagas

Um dos setores mais afetados pela crise econômica, a indústria teve queda no número de trabalhadores no trimestre de agosto a outubro, tanto na comparação com o mesmo período de 2014 (-5,6%), quanto ao trimestre de maio a julho (-2,6%). Em um ano, são 751 mil trabalhadores a menos no setor.

 

Em um ano, além da indústria, os setores de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias profissionais e administrativas (-4%) e outros serviços (-4%) tiveram queda no número de trabalhadores.

 

Agricultura e construção não mostraram variação significativa em um ano, segundo o IBGE.

 

As demais registraram alta: comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (2,3%); transporte, armazenagem e correio (4,6%); alojamento e alimentação (4,7%); administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (2,6%) e serviços domésticos (3,3%).

 



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem