Consulta (Acesso Restrito)

Código:   Senha:

 

6 dicas para reter talentos na sua empresa

04/04/2016

 

Fonte: Revista PEGN

 

A cada nova geração que aparece, as necessidades exigidas das empresas mudam. O ambiente de trabalho está cada vez mais diversificado e isso é essencial para manter os funcionários satisfeitos. “A motivação foi mudando ao longo das gerações, do crescimento demográfico e das megatendências”, explica Graziela Moreno, CEO da Academia de Estratégia (ACAD).

 

Em um momento de crise com as pessoas mais inseguras no âmbito profissional, o empreendedor deve ter estratégias para reter os funcionários mais talentosos de sua empresa. “A preocupação não está em reter qualquer funcionário, mas sim os talentosos, que vão garantir o desenvolvimento de seu negócio no futuro”, afirma Graziela.

 

Para ajudar nessas situações, a CEO da ACAD separou seis dicas para os empreendedores conseguirem manter sua equipe engajada.

1. Autonomia

 

Atualmente, as pessoas têm muito mais autonomia em relação a sua vida profissional e financeira. “Quanto maior o foco no resultado e não no processo em si, mais engajado o profissional fica”, diz Graziela. Não importa como o funcionário planejou as suas tarefas, se elas forem entregues no prazo e com qualidade, devem ser valorizadas. Além disso, o ambiente de trabalho deve ajudar o profissional a explorar sua criatividade e desenvolver outras competências.

 

2. Benefícios

 

“O salário interfere diretamente na escolha de um funcionário, mas não é o fator determinante”, afirma Graziela. A empresa pode sair do convencional e, além de oferecer, por exemplo, plano de saúde, pode ter descontos para academia. Parcerias com escolas de línguas e universidades também são uma boa opção para atrair grandes talentos.

 

3. Plano de carreira

 

O trabalhador precisa ter claros os passos que podem levar ao seu desenvolvimento dentro da empresa. É isso que faz com que ele se sinta motivado: ter uma perspectiva de crescimento. “Recentemente, uma empresa veio pedir nossa ajuda porque seus funcionários não estavam engajados o suficiente. Desenvolvemos um plano de carreira para esses profissionais e logo percebemos que eles ficaram mais motivados”, conta Graziela.

 

4. Ambiente

 

Um ambiente mais amigável, em que as pessoas se sintam à vontade para interagir, estimula a criatividade dos profissionais. As confraternizações devem ser incentivadas para que os funcionários criem maiores laços entre si. Além disso, o ambiente físico não pode ser deixado de lado. Uma estética agradável traz um sentimento de aconchego para a equipe. “As pessoas estão sempre preocupadas com o espaço físico, mas o ambiente gerado pela convivência também é muito importante”, diz Graziela. Ter uma sala de descanso também é uma boa ideia.

 

5. Flexibilidade

 

Independente da geração, a maioria dos funcionários já não está mais tão disposta a trabalhar 40 horas semanais, ainda mais em um mesmo ambiente de trabalho. “É bom que a empresa ofereça, na medida do possível, horários flexíveis. Tudo isso sem interferir em questões legais”, diz Graziela. O empreendedor pode estipular metas à sua equipe e o profissional fica livre para se organizar da forma que lhe for mais confortável. Outra alternativa é oferecer um dia de home office na semana.

 

6. Comunicação

 

Além do empreendedor dar um feedback para os membros de sua equipe, ele também deve se mostrar disposto a ouvir o que seus funcionários pensam da empresa. “Recomendo que esse líder sempre aplique algumas pesquisas de clima, nas quais os profissionais possam dar sugestões para a melhoria da empresa. A partir daí, é possível fazer um plano de ação que englobe essas informações coletadas”, afirma Graziela.



<< Voltar

PARCEIROS


 

 

ANÚNCIOS


(67) 3441-1955
Av. Antonio Joaquim de Moura Andrade, 1840 - Centro | Nova Andradina / MS

Imagem